Mochilão também é cultura

Posted on 26/04/2011 por

0


O aspirante da PM Guilherme Richard de Souza antes de ser engajado nas atividades do quartel, juntou um dinheiro e fez um tour pela Europa.

 Algumas dicas de onde ir e também onde ficar, sempre economizando, mas também fazendo os passeios e saindo a noite para conhecer a vida noturna dos países europeus.

            Somente com a mesada, Guilherme conseguiu com esforço e coragem fazer sua segunda viagem ao exterior, só que desta vez a sonhada viagem para a Europa. Com um roteiro não muito bem definido, mas sempre com seus objetivos em mente ele seguiu em seu mochilão começando pela Itália, onde ele já descobriu uma informação valiosa, ficar em albergues é bem mais econômico do que em hotéis. Visitou o famoso Castelo Sant´Ângelo que foi um dos palcos principais para o filme “O código Da Vinci”.

Contra o Tempo

Com 20 dias para fazer o mochilão, Guilherme passou pela Itália, Grécia, Holanda, Alemanha, Inglaterra, Praga e França. Com todos os passeios hospedagens em albergues e alimentação, o que acabou saindo mais caro realmente foi a passagem para chegar a Europa.

Guilherme disse: “Para ficar em alguns albergues precisei ter um pouco de coragem, pois eram 12 ou às vezes até 15 pessoas que se agrupavam em um quarto para passar a noite, mas com café da manhã incluso, então valia a pena para economizar 20 euros e assim poder fazer o passeio no (London Eye) que é aquela roda gigante em Londres”.

A dica mais importante na opinião de Gilherme Souza é para que você se programe antes de viajar, hospedagem e alimentação. Desta forma você não vai ter nenhuma surpresa enquanto estiver aproveitando seu mochilão.

Carlos Eduardo Richard de Souza

Anúncios
Posted in: Cultura, Dicas